Avisos da semana

calendar emojiConsulte aqui os avisos da semana

Programação Pastoral

15 16Programação Pastoral Paroquial - ano Pastoral de 2016-2017

Horários

clock2Horário do atendimento e das celebrações

Orações de Santo Agostinho

FAZ, Ó PAI, COM QUE EU TE AME

Ó DEUS:
Só a Ti é que amo.
Só a Ti procuro.
Só a Ti quero servir.
Só Tu deves ser o meu Amo.
Expulsa de mim a vaidade,
para que eu possa reconhecer-te.
Diz-me para onde olhar, para te ver.
Quero cumprir o que Tu esperas.
Faz, ó Pai, com que eu te procure.
Preserva-me do erro: Que na minha busca, nada mais que Tu se me apresente.
Embora seja verdade
que não desejo nada mais que Tu,
faz com que, ó Pai, te encontre.
E se ainda houver em mim
algum desejo supérfluo,
que eu queira revestir-me de Ti mesmo, e tornar-me capaz de te ver. Amen.

(Santo Agostinho, Solilóquios, livro 1,5)

QUIS ENTENDER AQUILO EM QUE CREIO

Quis entender aquilo em que creio,
Senhor, o mais que pude;
Desde que me deste força para isso,
procurei-Te
e quis entender aquilo em que creio.
E discuti muito.
E sofri.

Senhor, meu Deus,
minha única esperança,
ouve-me.
Não permitas que me canse de te procurar;
mas põe no meu coração
um desejo mais ardente de Te procurar.

Eis-me diante de Ti com a minha força e a minha fraqueza:
apoia uma e cura a outra.
Diante de Ti está a minha ciência e a minha ignorância.
Onde me encerraste, abre àquele que bate.
Que me lembre de Ti.
Que Te compreenda.
Que Te ame.
(Santo Agostinho, De Trinitate, Livro XV)

TARDE TE AMEI

Tarde te amei, beleza tão antiga e tão nova,
tarde te amei.
Mas Tu estavas dentro de mim mesmo
e eu estava fora de mim próprio.
E era por fora que eu te procurava.
Com todo o meu peso,
me atirava sobre a graça das tuas criaturas.
Estavas comigo e eu não estava contigo.
O que me retinha longe de Ti
eram estas coisas que não existiriam
se não estivessem em Ti.
Chamaste-me, gristaste,
e venceu a resistência da minha surdez.
Espalhaste o teu perfume, respirei-o,
e eis que por Ti suspiro.
E saboreei-te e tive fome e sede de Ti.
Tocaste-me,
e ardo de desejo pela paz que Tu dás.
Uma vez ligado aTi com todo o meu ser,
nunca mais terei dor nem labor.
A minha vida será plena de Ti.
(Santo Agostinho,Confissões, XIII, 25,38)